Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

ARTIGOS

Seguimento de Cristo e consagração religiosa

Seguimento de Cristo e consagração religiosa     


Surgida nos primeiros séculos do cristianismo com homens e mulheres desejosos de uma experiência de Deus mais intensa, a vida religiosa consagrada se concretiza por meio de um chamado de Deus à pessoa que, livremente diz o seu sim amoroso.

A consagração é antes de tudo obra de Deus que nos escolheu em Cristo antes da criação do mundo e conduziu-nos por seu Espírito de acordo com os misteriosos desígnios de seu amor. (Art. 25, Constituições das religiosas Damas da Instrução Cristã)

A identidade e autenticidade da vida religiosa caracterizam-se pelo seguimento de Cristo e pela consagração a Ele, mediante a profissão dos conselhos evangélicos de castidade, pobreza e obediência. Com eles se expressa a total dedicação ao Senhor e a identificação com Ele, na entrega ao Pai e aos irmãos. O seguimento de Cristo, mediante a vida consagrada, supõe uma particular docilidade à ação do Espírito Santo, sem a qual a fidelidade à própria vocação ficaria vazia de conteúdo.

É Jesus Cristo quem preenche o coração e a vida do consagrado, que terá por identidade e missão o anúncio e a encarnação do seu mistério e sua presença entre os homens.

Continuamente cada religioso e religiosa deverá renovar esta união com Cristo, escutando a sua palavra, celebrando o seu mistério pascal nos sacramentos – especialmente o da reconciliação e da Eucaristia – bem como com a oração assídua. Somente assim os religiosos e religiosas serão verdadeiros  evangelizadores, nutrindo espiritualmente o Povo de Deus com o coração e os  sentimentos de Cristo.

Doando plenamente a própria vida por amor a Deus, os religiosos e as religiosas são testemunhas eloqüentes da primazia e perenidade da mensagem evangélica, que questiona os ídolos deste mundo: o prazer, o ter e o poder. Assim, manifestam em si mesmos a maturidade que se alcança com o dom da própria liberdade, colocada ao serviço exclusivo de Deus e dos irmãos.

 “Nem todos são capazes de entender isso, mas somente aqueles a quem foi dado. Pois assim se fizeram por amor ao reino dos céus.”. (Mt 19, 3-12)

Sim a Vida Religiosa Consagrada é uma entrega constante de amor a Deus e aos irmãos, tendo em vista o Reino dos Céus. Por isso, você que sente o desejo e a necessidade de descobrir o sonho de Deus para sua vida não tenha medo de conhecer a Vida Religiosa consagrada e, porque não, responder o seu sim generoso a Deus, como Maria: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a sua palavra.”

Com toda certeza sua vida será repleta de sentido e impregnada de amor. Amor do Deus Criador, que chama sua criatura para segui-Lo. Amor do homem/ da mulher que não resiste ao chamado do seu Criador para ser  sal e luz em um mundo cada vez mais necessitado de um sinal eloqüente de vida, fé e esperança.

Irmã Liliane Constantino, R.I.C.

 

Religiosa da Instrução Cristã






Ler todas
» Retorno ao Evangelho
» Missionários e Missionárias
» DIA NACIONAL DA VIDA CONSAGRADA
» Papa aos Jovens na Vigília JMJ 2016
» Você tem uma vocação
» 53° Dia Mundial de Oração pelas Vocações
» DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES
» Homilia no Domingo de Ramos da Paixão do Senhor C 2016