Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

ARTIGOS

Setembro, mês da Palavra: “Shemá Israel!”

 

 

 

“Ouve, ó Israel! O Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças. Os mandamentos que hoje te dou serão gravados no teu coração. Tu os inculcarás a teus filhos, e deles falarás, seja sentado em tua casa, seja andando pelo caminho, ao te deitares e ao te levantares. Atá-los-ás à tua mão como sinal, e os levarás como uma faixa frontal diante dos teus olhos.Tu os escreverás nos umbrais e nas portas de tua casa.” (Dt 6,4-9) Neste mês de setembro, deve ressoar novamente no coração de cada pessoa esse convite do Senhor a ouvi-lo. O “Shemá” que ressoava no coração dos israelitas. Assim como o Senhor fez o convite ao povo de Israel, Ele faz novamente para que, ouvindo-o, voltemos a amá-lo com todo o nosso coração e com toda a nossa alma.

Para o povo de Israel, o amor ao Senhor se traduzia no amor à Sua Lei, na prática dos mandamentos. Portanto, ouvir e praticar são dois verbos que andam juntos na vivência da Lei do Senhor. Para tanto, era necessário trazer esta palavra no coração, por onde andavam, em pé ou deitado e até colocá-la nos umbrais das casas para que ao passarem pudessem lembrar das maravilhas do Senhor para com o seu povo. O “Shemá Israel” é o convite que deve ressoar em nossos corações neste mês.

Somos convidados a ouvir tudo o que o próprio Deus tem para nós através da Sua Palavra. Devemos trazê-la em nosso interior, como narra o escritor sagrado, “atada às mãos como um sinal, como um frontal entre os olhos e escritos nos umbrais das casas e portas”, para que não esqueçamos que somos chamados a amar o Senhor acima de todas as coisas. Ainda anuncia o escritor sagrado: “Observai, portanto, para agirdes conforme vos ordenou o Senhor vosso Deus. Não vos desviei, nem para a direita e nem para a esquerda.” (Dt 5,32). Sendo, dessa forma, iluminados pela Palavra de Deus, ao ouvir Sua voz, precisamos dar passos concretos no seguimento do Senhor, na vivência dos Seus mandamentos.

Compreendemos que a Palavra de Deus dá sentido à nossa vida, e que por ela devem ser orientados nossos passos e nossas atitudes. Como o “Shemá” para o povo de Israel era uma oração muito cara, porque os lembrava da fé em um Deus único que os elegeu e fez com eles uma aliança eterna, deve despertar também os nossos corações.

Devemos lembrar que o Senhor fez conosco nova aliança, dando-nos a sua Palavra Eterna, o Verbo Eterno. “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos sua glória, a glória que o Filho único recebe do seu Pai, cheio de graça e de verdade” (Jo 1,14). Em Jesus, o Pai fez nova aliança com o Seu povo. Ele é a Palavra do Pai que devemos escutar. Escreve São João no Evangelho: “Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não incorre na condenação, mas passou da morte para a vida” (Jo 5,24).

Precisamos, pois, escutar a Palavra do Senhor, porque ela nos conduzirá à verdadeira felicidade, dará vida plena, retirará da morte e concederá uma vida cheia de sentido, de graça e de força de Deus. E aquele que nela crê nunca perecerá, mesmo que passemos por momentos de grande turbulência em nossas vidas. O Senhor sempre estará conosco para nos conduzir em seus caminhos.

Por tudo isso, podemos dizer: Shemá Israel! Shemá América! Shemá Europa! Shemá África! Shemá Ásia! Shemá Oceania!

Douglimar Estevam






Ler todas
» Retorno ao Evangelho
» Missionários e Missionárias
» DIA NACIONAL DA VIDA CONSAGRADA
» Papa aos Jovens na Vigília JMJ 2016
» Você tem uma vocação
» 53° Dia Mundial de Oração pelas Vocações
» DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES
» Homilia no Domingo de Ramos da Paixão do Senhor C 2016