Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

ARTIGOS

O que vocês estão procurando?

Segundo o evangelho de São João, estas são as primeiras palavras de Jesus, (1, 38) Ele está se dirigindo a nós todos, o que procuramos, o que queremos? O que queremos fazer de nossa vida, que rumo dar à nossa história?

Vida sem sentido, história perdida! Não seria isto que Jesus queria provocar com sua pergunta, ao abrir a boca, pela primeira vez, no evangelho de João?

Uma pequena história de São Bento: Um jovem encontra o Irmão Bento e lhe diz:- Irmão Bento, eu quero ser monge. - Sim? E por que você quer ser monge? - Para buscar a Deus, responde o jovem. - Muito bem, disse Irmão Bento, é para isto que se é monge. E quando você achar que encontrou Deus, ainda não é Deus, continue a procurar.

Teria ido ser monge este jovem? Criou coragem ou desanimou? O que ele buscava era grande demais, longe demais, sublime demais?

Encontrei, uma vez, um jovem que foi para um mosteiro. Ele também queria ser monge. Mas pensou que lá se ficava cantando o “Canto Gregoriano”, em latim, o dia inteiro. E não era assim.  Desanimou. Ele queria era tocar e cantar ou buscar Deus?

Aqueles a quem Jesus fez a pergunta acima, disseram mais a Jesus: - Mestre, onde moras? (Jo 1, 38). Foram e ficaram com ele. Que aconteceu com eles?. Descobriram um sentido para sua vida aí, junto de Jesus. O que para alguns poderia ser um sem-sentido, um absurdo, estes, no entanto, encontram aí o caminho de sua história. Tudo estava meio adormecido, até então, na sua vida e junto de Jesus, tudo se foi iluminando.

Se você procura direito, você se encontrará ai. A vocação é uma certeza fundamental, apesar das incertezas parciais, dúvidas, interrogações, desânimo. A descoberta de um modo de viver, até então sem sentido, vai iluminar, daqui para frente, o caminho de sua história. É como o amor. É depois de ter encontrado o ser único, nosso sol, que se descobre a insipidez e a banalidade da vida que se levava até então.

Quem sabe parecemos com um instrumento musical? Ninguém sabe tocá-lo.  Não emite qualquer som. Certo dia, um artista o toma, faz vibrar e o inflama de emoção, até aí tão silencioso e mudo. Esta vibração e este encantamento vão dar outro sentido à sua vida e à sua história. O instrumento somos nós, mas o artista também somos nós, com nosso desejo, sensibilidade, trabalho, escuta e execução. A música é o espírito que vem de longe e voa bem mais longe e que dá frutos em nós, bem antes que os sons morram.

Jesus é assim. Como um músico, percebe a qualidade potencial em uma pessoa, pelo modo como toca um instrumento de música ou pelo modo como canta, Jesus percebeu nos que o procuravam uma música que em outros não havia encontrado, descobriu neles um caminho, uma qualidade que poderia aproveitar. Eles se reuniram e vão fazer ressoar a palavra de Jesus até o fim do mundo.

O que vocês estão procurando? É preciso estar junto de Jesus para descobrir os muitos tons,  sons e ritmos que se tem.

Outra pequena história: Uma jovem ouviu falar de um mestre que morava longe, lá na montanha solitária. Resolveu ir ouvir seus ensinamentos e partiu. Andou dias, semanas, até que vislumbrou, viu ao longe, a cabana do mestre, no alto da montanha solitária.

Estava exausta, pés inchados, mas subiu. Lá no fundo um corregozinho de águas cristalinas. Era lindo o lugar. Depois de descansar um pouco, foi à porta e bateu. Uma voz perguntou: - Quem é? E a jovem feliz respondeu: - Sou eu. Um profundo silêncio se fez e nada mais e foi o primeiro dia. No segundo dia, não foi diferente. Batida na porta. - Quem é? - Sou eu. No terceiro dia repetiu-se a mesma cena.

No outro dia, a jovem desceu a montanha e foi até o córrego de águas puras e castas. Banhou-se, lavou alguma roupa. Depois de algumas horas, subiu a montanha com esperança. Quem sabe!

Bateu à porta. A voz conhecida perguntou: - Quem é? A jovem respondeu: - ES TU. - Entre, respondeu o mestre.

- O que vocês estão procurando? - Onde moras? - Venham e vejam.

                                                                                                                                   Fonte:http://procamig.org.br/
 
 





Ler todas
» Retorno ao Evangelho
» Missionários e Missionárias
» DIA NACIONAL DA VIDA CONSAGRADA
» Papa aos Jovens na Vigília JMJ 2016
» Você tem uma vocação
» 53° Dia Mundial de Oração pelas Vocações
» DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES
» Homilia no Domingo de Ramos da Paixão do Senhor C 2016